Villa Foria Boa Viagem – pizza de qualidade na Zona Sul do Recife

Isto pode ser lido emPortuguês

This can be read in English

Esto se puede leer en Español

Quando chegou o convite para irmos conhecer a Villa Foria de Boa Viagem, nós ficamos bem animados. O restaurante é a segunda unidade da já célebre pizzaria nascida no seio do bairro das Graças (que eu já visitei, ó). O ponto em Boa Viagem surgiu para atender a duas demandas da área: um delivery que pudesse entregar as pizzas com a mesma qualidade que se tem no restaurante e oferecer um ponto em que as pessoas pudessem degustar as pizzas da casa em um ambiente mais descontraído do que a matriz das Graças.

Villa_foria_boa_viagem

salão2

O restaurante tem uma fachada bem discreta, bem diferente do imponente casarão das Graças, mas com traços que remetem àquela arquitetura colonial. Tudo foi feito com muito cuidado e atenção. Nada que pareça um delivery adaptado, mas também, nada que tenha a elegância da matriz da pizzaria e restaurante. É um ambiente agradável e mais descontraído. A área externa talvez tenha ficado um pouco escura, mas isso é por que eu adoro ambiente muito iluminados. Tanto que adorei a mesa interna que tem um lustre bem em cima dela.

salão

Quanto à comida, é bom estar avisado: o menu é reduzido, em relação ao da Villa Foria das Graças. O cardápio da unidade de Boa Viagem é exclusivo de pizzas, que têm a mesma crocância, a mesma beleza, o mesmo sabor. Excelentes, como é o esperado para a casa.

Para entrada, nós pedimos a Casquinha do Chef com Parmesão e Gorgonzola (a única opção de entrada). Bom para passar o tempo até a chegada das pizzas.

entrada

A nossa pizza salgada foi de Presunto de Parma com Chutney de Manga e Gengibre e Lombo Canadense com Abacaxi e Bacon. As misturas são deliciosas, bem dosadas e não enjoativas. Os contrastes são interessantes e bem construídos. O presunto de parma estava excelente, bem como o chutney de manga. O único porém foi o abacaxi, que estava sem gosto e sem cor. Essa pizza merecia um abacaxi em todo o seu esplendor, in natura, ou, até mesmo, um abacaxi em calda caseiro. Fica a dica!

pizza presunto parma

Para fechar, como não poderia deixar de ser, uma pizza doce! Sonho de Valsa (Calda de chocolate, catupiry e sonho de valsa). A pizza estava excelente! E, não sei se foi a mão do cozinheiro ou se foi uma readaptação do cardápio, dessa vez o sabor do catupiry estava bem menos pronunciado (na verdade, eu não senti nada do catupiry), o que, para mim, foi uma decisão acertadíssima! A pizza doce tem que ser doce! Até pode haver um toque de salgado para gerar uma sensação de contrastes, mas, da outra vez, o catupiry dominava o sabor da pizza. Ponto pra Villa Foria!

pizza de chocolate

A Villa Foria de Boa Viagem, então, foi uma grata surpresa, que me rendeu uma noite tranquila, com um excelente atendimento (não lembro do nome do garçom que me atendeu, mas ele é digno de elogios) e um ambiente que não parece um puxadinho para aproveitar a área do delivery. Se a intenção é uma pizza descontraída numa noite de semana, a Villa Foria de Boa Viagem é a escolha para você!


SERVIÇO | VILLA FORIA DELIVERY DE BOA VIAGEM

Local: Av. Conselheiro Aguiar, nº 510, Boa Viagem, Recife – PE.
Horário: das 18h às 23h, de terça a domingo.
Formas de pagamento: dinheiro e cartões Visa, Mastercad, Hipercard, American Express e Diners Club. Aceita também Sodexo, Ticket e Alelo.

Informações: (81) 3314.1400.
www.villaforia.com.br | f:/villaforiapizza | i: @villaforia


 

Sequência de fondue em Gramado – St. Haubert.s

Isto pode ser lido emPortuguês

This can be read in English

Esto se puede leer en Español

Quando se fala em Gramado, várias imagens vêm às nossas cabeças, mas uma das mais famosas é essa: uma mesa num restaurante agradável, iluminação discreta e reconfortante e panelas e panelas de fondues de queijo e chocolate circulando nas mãos dos garçons.

A sequência de Fondues é uma instituição quase obrigatória em Gramado (beirando a opressão, eu diria) e está se tornando uma oferta de quase todos os restaurantes da cidade, inclusive um PUB Irlandês (!!!). Nós, fãs confessos de queijos, fomos experimentar uma dessas sequências num dos restaurantes mais tradicionais de Gramado: O St. Haubert.S (Av. das Hortênsias, 1235).

hauberts gramado

A chegada foi super tranquila. Como é de costume, fomos abordados na calçada do restaurante e nos avisaram que o restaurante forneceria o transfer para o hotel gratuitamente, além de um desconto no valor do rodízio (sempre peça o desconto, mesmo que não ofereçam). Como já era a nossa escolha e estávamos sem carro, veio bem a calhar. Nos colocaram em nossa mesa, dissemos que queríamos a sequência de fondue e, rapidamente, trouxeram o couvert (algumas azeitonas, cebolinhas, uma pasta e outros pequenos appetizers).

fondue_queijo4_hubert

Não recomendaria aceitar o couvert, pois é opcional e as fondues são bem fartas. Além do mais, a panela recheada de queijos quentinhos chegou super rápido. Achamos a mistura bem granulada, diferente de outras fondues que já comemos, bem lisinhas, mas o sabor estava excelente. Infelizmente o pão servido era pão francês e estava mole. Se você já é iniciado no assunto Fondue, sabe como é difícil comer quando o pão está mole. Ele fica caindo dentro da mistura, você não consegue espetá-lo… O ideal é, mesmo, o pão italiano. Destaque para a goiabada servida para ser comida com o queijo e que faz a combinação doce-salgado mais fantástica do mundo.

fondue_queijo3_hubert

Após a fondue de queijo, veio a chapa de carnes, com diferentes tipos de proteínas e vários molhinhos. Gostosos, mas achamos um inconveniente: esse tipo de preparação exige que a gente coloque sal em cada pedaço de carne que a gente coloca na chapa. Nenhum problema, se não fosse o fato de que o saleiro era daqueles normais, que a gente sacode, sabe? Esses saleiros são famosos por entupirem e a gente tem que bater na mesa para desentupir. Agora imagina a cena: ambiente todo trabalhado na elegância e fidalguia e você esmurrando o saleiro na mesa como se fosse no bar da praia… Mas nada nos impediu de comer!

fondue_queijo2_hubert

Por último, e não menos importante, veio a nossa amiga amada: a fondue de chocolate! Chocolate meio amargo, delicioso, acompanhado de frutas fresquinhas doces e cítricas. Palmas para o chocolate que estava fantástico (mas, também, para errar o chocolate era preciso muita capacidade).

fondue_chocolate_hubert

O ambiente era muito bem decorado e bem cuidado, com referências a uma arquitetura campestre e toques que buscavam trazer alguma elegância para o espaço, como o lustre e alguns quadros. Claro que não faltaram as onipresentes peles em cima das cadeiras, mesmo sendo o salão climatizado para que ninguém sentisse o frio lá de fora. Marketing é a alma do negócio. Aqui, um destaque para a playlist que era absolutamente louca. Com ela, fomos de Vivaldi a Roberto Carlos

hubert2

 O atendimento foi muito atencioso e disponível. O único porém foi na hora da saída. Não nos ofereceram o transfer para o hotel espontaneamente e tivemos que pedir. E foi somente depois do garçom nos perguntar o que tínhamos consumido que o transfer começou a ser organizado. 15 minutos de espera e ele estava lá, pronto para nos levar até o conforto da nossa cama no hotel, que é tudo o que você vai desejar depois desse banquete.


St. Haubert.S

Avenida das Hortênsias, 1235, Gramado – RS




Booking.com

Lhama Lhama – fugindo do óbvio em Gramado

lhama lhama

Isto pode ser lido emPortuguês

This can be read in English

Esto se puede leer en Español

É característico: em Gramado, não há restaurante que resista muito tempo sem aderir à famigerada sequência de fondues. É uma demanda expressiva dos clientes e que se revela na concorrência entre os estabelecimentos e pipoca nas fachadas: “Temos sequência de fondues”. Encontramos o danado do anúncio homogeneizador até num PUB irlandês! Nesse mar de queijos bem diluídos em vinho, há uma opção para aquele turista que quer fugir do óbvio em Gramado: A Lhama Lhama panadería.

lhama lhama

Nós encontramos o espaço por acaso, localizado no Boulevard de São Pedro, sem alarde, justamente em frente à Fonte do Amor Eterno. A panadería tem um projeto bem descolado, com uma pegada retrô e moderninha. Não espere o luxo estereotipado de Gramado (às vezes até emulado). Essa não é a proposta do lugar. São os próprios sócios quem atendem e lhe servem as delícias produzidas na casa, no andar superior da Lhama Lhama (aliás, que nome legal! Muito a ver com o espírito do lugar).

lhama lhama

lhama lhama

Eles produzem tortas, cheesecakes, empanadas, petit gateau, etc. Nós experimentamos as empanadas argentinas (R$ 6,00, cada), que em nada deixam a desejar às originais porteñas, e a cheesecake de doce de leite (R$14, a fatia), com um toque de gengibre e limão que agregam refrescância à sobremesa e ajudam a cortar o doce exagerado. Muito bem feitas e muito saborosas. Ponto para o Lhama Lhama.

lhama lhama

lhama lhama

Aos sábados e aos domingos, cardápio especial. Quando fomos, eles estavam servindo feijoada aos sábados e bobó de camarão aos domingos. Como o menu fica escrito com giz numa parede, imagino que o cardápio seja mutante, o que permite sempre uma renovação do espaço. Bem legal!

lhama lhama

A Lhama Lhama, então, é uma opção super válida para quem está indo a Gramado e quer fugir do óbvio queijo fundido que até as pedras de meio fio estão servindo. Claro, a fondue de queijos é um clássico que deve ser sempre reverenciado. Mas é na inovação que estão os ares mais refrescantes. E as experiências mais avivadas.


Lhama Lhama Panadería

Av. Borges de Medeiros, Loja 10, Gramado – RS


 

 

 

Villa Foria – pizza de alta qualidade

villa foria

 

Isto pode ser lido emPortuguês

This can be read in English

Esto se puede leer en Español

villa foria

Nos últimos anos, a pizza tem se tornado uma queridinha do povo recifense. Em todo canto, a toda hora, aparece uma pizzaria com a promessa de “pizza de verdade”, pizza gourmet e toda sorte de apelido para as redondas. Pois muito bem. O Serviço de Bordo foi convidado a conhecer uma dessas pizzarias recifenses e o Bordoso aqui foi lá conferir o que a Villa Foria (fala-se fória) tinha a oferecer.

villa foria
Fonte: Divulgação

Logo no primeiro contato, dá para perceber o ambiente bem cuidado, instalado num casarão do início do Século XX, com ambientes internos com ar condicionado e externos com a graça do ar da rua e da delícia do bairro das Graças. Ficamos numa mesinha externa e a graça do ar da rua foi um tanto molhada, por que chovia e uma parte das mesas é coberto com ombrelones, que certamente são lindos e ultra agradáveis em dias secos. Em dias molhados, funcionou pela metade. Mudamos de mesa e tudo ficou uma maravilha. Uma mesa ainda do lado de fora, mas na varanda da casa. Muito bom.

villa foria
Fonte: Divulgação


Veja +

Udon Cozinha Oriental – Recife

Haus Lajetop – Um Bar na Laje no Recife

Sequência de Fondue em Gramado – St. Haubert.S

Lhama Lhama – Fugindo do Óbvio em Gramado


De entrada, nós pedimos umas Trouxinhas Recheadas (R$25,90) de massa caseira frita e recheadas com 6 opções. Nossas escolhas foram o queijo provolone, a carne de sol com queijo de coalho e o camarão com Catupiry. Uma delícia de massa sequinha, com recheio bem feito e muito bem acompanhada de um mel de engenho esperto! Eu teria comido dois pratos daquilo, mas tinha mais por vir…

villa foria

Continuando, nós pedimos duas pizzas grandes, que são as vedetes da casa. A primeira, como sempre acontece em nossas visitas a pizzarias, foi a de Margherita (nosso pizzômetro) com metade de Peperoni ao pesto (R$52,90). Aqui, o restaurante mostra ao que veio e se diferencia de todas as outras pizzarias recifenses que eu já visitei. A massa é extrafina e crocantíssima. A Margherita veio com tomates cerejas, o que trouxe um adocicado e colocou a pizza no meu “Top 5 Margheritas do Mundo”. A de peperoni estava boa, mas achei o pesto estranho, mesmo adorando o molho. Acho que o pesto foi assado e isso deu um amargor a ele.

villa foria

A segunda pizza (#monsterfeelings) foi mais inventiva. Mezzo Salaminho com Queijo do Reino, mezzo Lombo Canadense com Abacaxi e Bacon (R$55,90) – um minuto de silêncio de reverência para essa pizza. Deliciosas, a de lombo canadense tem meu coração. Você pode pensar que se trata de uma combinação estranha, mas o resultado é uma pizza de sabor refrescante e inusitado. Eu já havia provado algo semelhante na Colômbia, com o que eles chamas de Hawaiana. Muito bom!

villa foria

Para finalizar (#demoniodatasmaniafeelings), pedimos uma brotinho de Nutella – praise the Lord – com morango. Uma surpresa: todas as pizzas doces da casa recebem uma pequena camada de Catupiry para quebrar o doce exagerado e funciona. Mas aí tem um problema. Eu ADORO pizza extremamente doce, com uma camada gorda de chocolate ao leite. Aí eu gostei, mas não ficou no rol das minhas favoritas. Mas é muito saborosa. Não deixe de pedir.

villa foria

Um detalhe: No Villa Foria, a tendência é comer as pizzas com as mãos, mas com luvas de plástico. Confesso que comi com a luvinha, mas um tubinho de álcool em gel na mesa e eu teria metido minhas próprias mãos naquela maravilha! E ainda teria economizado as cerca de 5 luvinhas que gastei. O meio ambiente agradece! \o/

villa foria

O Villa Foria tem mesmo uma pizza especial, com uma massa que ainda não vi igual no Recife, num ambiente bem agradável e com um atendimento nota 10. Não vejo a hora de voltar lá!


Villa Foria Pizzeria & Ristorante

Local: Rua das Graças, nº 239, Graças, Recife – PE.
Horário: das 18h às 0h, de segunda a sábado, e das 17h30 às 0h, aos domingos.
Formas de pagamento: dinheiro e cartões Visa, Mastercad, Hipercard, American Express e Diners Club.
Informações: (81) 3204.7154

www.villaforia.com.br | f:/villaforiapizza | i: @villaforia


E você, já foi no Villa Foria? Provou o que, lá? Divida sua opinião com a gente aí nos comentários! =D

 

 

 

Aconchego Carioca – Feijoada em terras paulistanas

aconchego carioca

Isto pode ser lido emPortuguês
This can be read in English
Esto se puede leer en Español

Vamos começar aqui no Serviço de Bordo uma nova série de post e vídeos que batizamos de “Turistando em São Paulo”.

Como vocês já devem saber, eu sou de Recife, mas moro em São Paulo há quatro anos. E uma das coisas que eu mais gosto nessa cidade, é a capacidade inesgotável que São Paulo tem de te apresentar novos lugares. Costumo dizer que você pode passar uma vida inteira por aqui, e ainda ter aquele gostinho de ser “desbravador” que só turista sente quando chega em um lugar completamente desconhecido.

Dito isso, vamos para a nossa primeira dica da série:

Aconchego Carioca

aconchego carioca

Descobri esse lugar, por acaso, enquanto a gente batia perna pela região da Av. Paulista e ao mesmo tempo queria comer uma feijoada delícia (em Sampa, sábado é dia de feijoada em quase todos os lugares). Fuçando os app amigos, me apareceu esse lugar, com ótimas indicações e fotos lindas. Fomos lá conferir.

Além de ser um espaço mega agradável, a comida é realmente top e o preço é justo, principalmente para os padrões de SP. Provamos o sensacional bolinho de feijoada e a própria fejuca, que apesar de dizerem que é um prato individual (R$35,00), dividimos para duas pessoas e foi mais que suficiente. Simplesmente a MELHOR feijoada que já provei em SP. Bem temperada, com as carnes no ponto, couve sequinha e crocante com bastante alho e farofa delícia. De comer rezando!

aconchego carioca

Mas duas coisas chamaram muito a nossa atenção e merecem um destaque: não deixem de provar o vinagrete de banana que acompanha a feijoada. É simplesmente uma das coisas mais incríveis que provei recentemente e harmoniza perfeitamente com o prato. Pelo que consegui detectar com meu paladar apurado de comilona chef, trata-se de uma mistura de azeite, pimenta dedo de moça, cebola roxa e banana. Vou tentar reproduzir em casa.

aconchego carioca

A outra coisa, foi a deliciosa caipirinha de jabuticaba (R$15,00). Com fruta de verdade. Coisa rara de se ver. Vale a pena cada golinho.

aconchego carioca

É isso! A feijoada do Aconchego Carioca é uma delícia de comer rezando e vale muito a pena! Ótima para comer compartilhando, entre uma caipirinha e outra! Até a próxima dica de destinos paulistanos.


 

Aconchego Carioca 

 Alameda Jaú, 1372 – Jardim Paulista, São Paulo – SP, 01420-001

Telefone: (11) 3062-8262


 

E você? Já comeu no Aconchego Carioca? Provou a feijoada? Tem dicas para a gente de outros pratos? Deixe sua opinião aí nos comentários que adoramos conversar com vocês!


Vai viajar? Que tal reservar seu hotel em São Paulo com o Booking.com? Cada vez que você reserva seu hotel através do Blog, nós recebemos uma comissão e você não gasta nada a mais por isso! Viu que maneira legal de ajudar a gente? =D

 

Gramado – Comendo na Cantina Pastasciutta

Cantina Pastasciutta

Isto pode ser lido em Português
This can be read in English
Esto se puede leer en Español

Cantina Pastasciutta

O visitante que chega a Gramado de ônibus não poderá deixar passar despercebida a construção que abriga a Cantina Pastasciutta. Um casarão construído com grandes pedras rusticamente talhadas localizado exatamente à frente da rodoviária da cidade.

Cantina Pastasciutta

As grossas paredes abrigam um interior veramente italiano! Com bandeiras italianas penduradas por todos os lados, elementos que remetem ao ambiente da cozinha – reino absoluto dos italianos – e, até mesmo, elementos que lembram uma feira. O ambiente da Pastasciutta é impecável e divertido!

O restaurante oferece uma mesa self service om antepastos, queijos, saladas, azeitonas e diversas outras comidinhas para esquentar os motores enquanto os atores principais da refeição não chegam a sua mesa. Em maio de 2015, o valor cobrado era de R$ 9,60 a cada 100g.

Cantina Pastasciutta

Vale ressaltar, nesse ponto, que as porções são extremamente bem servidas. Cada prato é mais que suficiente para duas pessoas. Dependendo das pessoas, dá para repartir em até três comensais. Então, vá com calma nos aperitivos.

Cantina Pastasciutta

As massas são frescas e produzidas pela casa e o garçom traz um mostruário com as massas servidas pela casa e o cardápio. Você escolhe uma massa e um molho, que determina o preço do prato. Pronto. Simples e rápido. Nós fomos de tagliatelle com molho de Scalopini à Quatro Formaggio. É sensacional! O molho encorpado e aveludado abraça a massa e os scalopinnis são macios como uma carne bem feita deve ser. Nosso serviço foi bem rápido, mas o restaurante estava vazio. Mas uma espera vale à pena para uma refeição bem feita.

Cantina Pastasciutta

Para a sobremesa, pedimos o tradicional Tiramisú. A apresentação é irretocável, com o formato retangular do doce no prato oval, cercado por grãos de café e uma contrastante folhinha de hortelã. Lindo e apetitoso. Saboroso, também, mas Dani gostou mais porque eu não curto muito café.

Cantina Pastasciutta

Nossa conta deu um total de R$ 150 para duas pessoas, mas que poderia muito bem ter servido três pessoas (com exceção do Tiramisú). De bebida, nós pedimos apenas uma Aquarius Fresh. No final das contas, a sensação é de que foi um dinheiro bem investido numa experiência gastronômica extremamente válida.

dicas e descobertas

Peça um pãozinho para se deliciar com o restante do molho do fundo da panela. No nosso caso, fizemos diferente e pegamos algumas torradas de alho no buffet. Delícia!


Cantina Pastasciutta

Av. Borges de Medeiros, 2083 – Centro, Gramado – RS, 95670-000
(54) 3286-2131


E você? Conhece Gramado? Pretende ir para lá? Conta aí o que você acha dessa cidade, que a gente adora ouvir o que vocês têm a dizer! =D

Vai viajar? Que tal reservar seu hotel com o Booking.com? Cada vez que você reserva seu hotel através do Blog, nós recebemos uma comissão e você não gasta nada a mais por isso! Viu que maneira legal de ajudar a gente? =D

Translate »