Buenos Aires, Argentina – Recoleta

RECOLETA

 

O bairro da Recoleta Fonte - Google Maps
O bairro da Recoleta
Fonte – Google Maps

A Recoleta é um bairro de tradição aristocrática. Não é à toa que, nele, encontra-se o mais emblemático hotel de Buenos Aires: o Hotel Alvear (Av Alvear 1891). O hotel é uma lembrança bastante viva da época de pujança econômica da Argentina, com suas 5 estrelas, Halls extermamente bem cuidados, banheiros com metais dourados e um atendimento impecável. No Hotel, há um restaurante: o L’Orangerie. Não deixe de aproveitar o serviço de chá da tarde oferecido pelo restaurante! Eles lhe servem com toda a pompa e circunstância que a ocasião merece, mas isso não significa que você precisa vestir algo como smoking e cartola. Uma roupa mais arrumada já vai dar conta do recado para você poder saborear os chás ou chocolate quente e os petites-four servidos. Tudo MUITO gostoso!

Chá da Tarde no Alvear Palace
Chá da Tarde no Alvear Palace

alvear2

Ainda na Recoleta, não deixe de visitar o cemitério. Sério! O cemitério da Recoleta (Junín 1760) é um espetáculo da escultura e, por que não, da arquitetura. Esse era o cemitério dos ricos portenhos e, como consequência, os mausoléus são extremamente bem arquitetados e com influências de diversos estilos, inclusive o neogótico e o modernista. Destaque para o misterioso túmulo de Eva Perón (dizem que os restos mortais dela não estão ali…) e o mausoléu do ex-presidente Alfonsín. Existem alguns guias que oferecem um tour pelo cemitério, mas nós fomos por conta própria, mesmo.

O mausoléu do ex-presidente Alfonsín
O mausoléu do ex-presidente Alfonsín
O Túmulo da Família Duarte
O Túmulo da Família Duarte

Na frente do cemitério, tem uma praça e, ali, está uma filial da Sorveteria Freddo. Momento tenso! Esse é, simplesmente, o melhor sorvete que eu já provei! Vá lá, aproveite o dia, peça pelo menos um sabor dos de doce de leite (dulce de leche con brownie é, absolutamente, o campeão!). Não é barato. Já não era quando fomos, hoje, com a inflação, deve estar ainda mais caro. Mas, não se faça de rogado nem de pão duro. Gaste! Vale a pena!

Sorvete de Dulce de leche con Brownie. É relação de amor eterno!
Sorvete de Dulce de leche con Brownie. É relação de amor eterno!

No bairro você ainda encontra o Buenos Aires Design, uma loja com três pavimentos recheados de elementos de design autoral. Tem de tudo para casa como cortinas, descansos de prato, utensílios e a lista não termina! Nós passamos algumas horas lá dentro, na maior diversão.

Bem perto do Buenos Aires Design (Av Pueyrredón 2501) você vai encontrar o Museo Nacional de Bellas Artes (Av del Libertador 1473) e o prédio da faculdade de Direito da Universidad de Buenos Aires. O Museo vale a pena por conter grandes obras, mas não achei tão legal quanto o MALBA. O prédio da Faculdade de Direito é impressionante, tanto por sua escala monumental quanto por sua forma de linhas clássicas e imponentes. Não conseguimos entrar no prédio, mas só a vista de sua fachada já é instigante. E, do lado da faculdade, uma das esculturas mais conhecidas da Argentina: a Floralis generica.

A imponente Faculdade de Direito
A imponente Faculdade de Direito

A escultura é uma gigante flor metálica e foi um presente do arquiteto argentino Eduardo Catalano. Um mecanismo elétrico faz com que a escultura se feche e abra diariamente, acompanhando o nascer e o pôr do Sol (tem gente que mora lá e jura de pés juntos que nunca viu essa flor se mexer nem um centímetro…). Vai saber, né? Mas vale a parada e a foto! Se você quiser se misturar aos locais (e se for verão, claro), você vai gostar de se esticar na grama junto aos moradores de roupas de banho. Uma espécie de “praia” urbana sem água e sem areia…

Floralis generica
Floralis generica

Ainda na Recoleta você vai encontrar a que já foi considerada a segunda livraria mais bonita do mundo: El Ateneo Grand Splendid (Av Santa Fe 1860). Um antigo teatro desativado transformado em livraria e que conservou a maior parte de suas características originais. O palco deu lugar a um café que nós não chegamos a experimentar. Os antigos camarotes foram transformados em áreas de exposição dos livros e possuem alguns bancos e cadeiras, tornando-se em cabines de leitura. Conhecer o Ateneo é um ótimo passeio tanto para os amantes de livros quanto para os amantes da arquitetura. É um deleite para os olhos! Claro, rato de livraria que sou, acabei comprando uns livros por lá! =D

El Ateneo - antigo palco transformado em café
El Ateneo – antigo palco transformado em café
El Ateneo - antigos camarotes viraram áreas de exposição e leitura
El Ateneo – antigos camarotes viraram áreas de exposição e leitura

O bairro da Recoleta não foge à regra básica de Buenos Aires: vá caminhando e experimentando o bairro no seu máximo. É uma imersão no que foi a aristocrática Argentina do início do Século XX, com seus prédios de bancadas que se debruçam nas calçadas como velhas senhoras a espiar o que se passa por ali. Vá olhando de volta, descobrindo o que essas distintas senhoras têm a lhe contar.

Mais sobre Buenos Aires

Introdução – Buenos Aires, Argentina

Palermo – Buenos Aires, Argentina

Centro – Buenos Aires, Argentina

 

Translate »