Sequência de fondue em Gramado – St. Haubert.s

Isto pode ser lido emPortuguês

This can be read in English

Esto se puede leer en Español

Quando se fala em Gramado, várias imagens vêm às nossas cabeças, mas uma das mais famosas é essa: uma mesa num restaurante agradável, iluminação discreta e reconfortante e panelas e panelas de fondues de queijo e chocolate circulando nas mãos dos garçons.

A sequência de Fondues é uma instituição quase obrigatória em Gramado (beirando a opressão, eu diria) e está se tornando uma oferta de quase todos os restaurantes da cidade, inclusive um PUB Irlandês (!!!). Nós, fãs confessos de queijos, fomos experimentar uma dessas sequências num dos restaurantes mais tradicionais de Gramado: O St. Haubert.S (Av. das Hortênsias, 1235).

hauberts gramado

A chegada foi super tranquila. Como é de costume, fomos abordados na calçada do restaurante e nos avisaram que o restaurante forneceria o transfer para o hotel gratuitamente, além de um desconto no valor do rodízio (sempre peça o desconto, mesmo que não ofereçam). Como já era a nossa escolha e estávamos sem carro, veio bem a calhar. Nos colocaram em nossa mesa, dissemos que queríamos a sequência de fondue e, rapidamente, trouxeram o couvert (algumas azeitonas, cebolinhas, uma pasta e outros pequenos appetizers).

fondue_queijo4_hubert

Não recomendaria aceitar o couvert, pois é opcional e as fondues são bem fartas. Além do mais, a panela recheada de queijos quentinhos chegou super rápido. Achamos a mistura bem granulada, diferente de outras fondues que já comemos, bem lisinhas, mas o sabor estava excelente. Infelizmente o pão servido era pão francês e estava mole. Se você já é iniciado no assunto Fondue, sabe como é difícil comer quando o pão está mole. Ele fica caindo dentro da mistura, você não consegue espetá-lo… O ideal é, mesmo, o pão italiano. Destaque para a goiabada servida para ser comida com o queijo e que faz a combinação doce-salgado mais fantástica do mundo.

fondue_queijo3_hubert

Após a fondue de queijo, veio a chapa de carnes, com diferentes tipos de proteínas e vários molhinhos. Gostosos, mas achamos um inconveniente: esse tipo de preparação exige que a gente coloque sal em cada pedaço de carne que a gente coloca na chapa. Nenhum problema, se não fosse o fato de que o saleiro era daqueles normais, que a gente sacode, sabe? Esses saleiros são famosos por entupirem e a gente tem que bater na mesa para desentupir. Agora imagina a cena: ambiente todo trabalhado na elegância e fidalguia e você esmurrando o saleiro na mesa como se fosse no bar da praia… Mas nada nos impediu de comer!

fondue_queijo2_hubert

Por último, e não menos importante, veio a nossa amiga amada: a fondue de chocolate! Chocolate meio amargo, delicioso, acompanhado de frutas fresquinhas doces e cítricas. Palmas para o chocolate que estava fantástico (mas, também, para errar o chocolate era preciso muita capacidade).

fondue_chocolate_hubert

O ambiente era muito bem decorado e bem cuidado, com referências a uma arquitetura campestre e toques que buscavam trazer alguma elegância para o espaço, como o lustre e alguns quadros. Claro que não faltaram as onipresentes peles em cima das cadeiras, mesmo sendo o salão climatizado para que ninguém sentisse o frio lá de fora. Marketing é a alma do negócio. Aqui, um destaque para a playlist que era absolutamente louca. Com ela, fomos de Vivaldi a Roberto Carlos

hubert2

 O atendimento foi muito atencioso e disponível. O único porém foi na hora da saída. Não nos ofereceram o transfer para o hotel espontaneamente e tivemos que pedir. E foi somente depois do garçom nos perguntar o que tínhamos consumido que o transfer começou a ser organizado. 15 minutos de espera e ele estava lá, pronto para nos levar até o conforto da nossa cama no hotel, que é tudo o que você vai desejar depois desse banquete.


St. Haubert.S

Avenida das Hortênsias, 1235, Gramado – RS




Booking.com

Lhama Lhama – fugindo do óbvio em Gramado

lhama lhama

Isto pode ser lido emPortuguês

This can be read in English

Esto se puede leer en Español

É característico: em Gramado, não há restaurante que resista muito tempo sem aderir à famigerada sequência de fondues. É uma demanda expressiva dos clientes e que se revela na concorrência entre os estabelecimentos e pipoca nas fachadas: “Temos sequência de fondues”. Encontramos o danado do anúncio homogeneizador até num PUB irlandês! Nesse mar de queijos bem diluídos em vinho, há uma opção para aquele turista que quer fugir do óbvio em Gramado: A Lhama Lhama panadería.

lhama lhama

Nós encontramos o espaço por acaso, localizado no Boulevard de São Pedro, sem alarde, justamente em frente à Fonte do Amor Eterno. A panadería tem um projeto bem descolado, com uma pegada retrô e moderninha. Não espere o luxo estereotipado de Gramado (às vezes até emulado). Essa não é a proposta do lugar. São os próprios sócios quem atendem e lhe servem as delícias produzidas na casa, no andar superior da Lhama Lhama (aliás, que nome legal! Muito a ver com o espírito do lugar).

lhama lhama

lhama lhama

Eles produzem tortas, cheesecakes, empanadas, petit gateau, etc. Nós experimentamos as empanadas argentinas (R$ 6,00, cada), que em nada deixam a desejar às originais porteñas, e a cheesecake de doce de leite (R$14, a fatia), com um toque de gengibre e limão que agregam refrescância à sobremesa e ajudam a cortar o doce exagerado. Muito bem feitas e muito saborosas. Ponto para o Lhama Lhama.

lhama lhama

lhama lhama

Aos sábados e aos domingos, cardápio especial. Quando fomos, eles estavam servindo feijoada aos sábados e bobó de camarão aos domingos. Como o menu fica escrito com giz numa parede, imagino que o cardápio seja mutante, o que permite sempre uma renovação do espaço. Bem legal!

lhama lhama

A Lhama Lhama, então, é uma opção super válida para quem está indo a Gramado e quer fugir do óbvio queijo fundido que até as pedras de meio fio estão servindo. Claro, a fondue de queijos é um clássico que deve ser sempre reverenciado. Mas é na inovação que estão os ares mais refrescantes. E as experiências mais avivadas.


Lhama Lhama Panadería

Av. Borges de Medeiros, Loja 10, Gramado – RS


 

 

 

Gramado – Comendo na Cantina Pastasciutta

Cantina Pastasciutta

Isto pode ser lido em Português
This can be read in English
Esto se puede leer en Español

Cantina Pastasciutta

O visitante que chega a Gramado de ônibus não poderá deixar passar despercebida a construção que abriga a Cantina Pastasciutta. Um casarão construído com grandes pedras rusticamente talhadas localizado exatamente à frente da rodoviária da cidade.

Cantina Pastasciutta

As grossas paredes abrigam um interior veramente italiano! Com bandeiras italianas penduradas por todos os lados, elementos que remetem ao ambiente da cozinha – reino absoluto dos italianos – e, até mesmo, elementos que lembram uma feira. O ambiente da Pastasciutta é impecável e divertido!

O restaurante oferece uma mesa self service om antepastos, queijos, saladas, azeitonas e diversas outras comidinhas para esquentar os motores enquanto os atores principais da refeição não chegam a sua mesa. Em maio de 2015, o valor cobrado era de R$ 9,60 a cada 100g.

Cantina Pastasciutta

Vale ressaltar, nesse ponto, que as porções são extremamente bem servidas. Cada prato é mais que suficiente para duas pessoas. Dependendo das pessoas, dá para repartir em até três comensais. Então, vá com calma nos aperitivos.

Cantina Pastasciutta

As massas são frescas e produzidas pela casa e o garçom traz um mostruário com as massas servidas pela casa e o cardápio. Você escolhe uma massa e um molho, que determina o preço do prato. Pronto. Simples e rápido. Nós fomos de tagliatelle com molho de Scalopini à Quatro Formaggio. É sensacional! O molho encorpado e aveludado abraça a massa e os scalopinnis são macios como uma carne bem feita deve ser. Nosso serviço foi bem rápido, mas o restaurante estava vazio. Mas uma espera vale à pena para uma refeição bem feita.

Cantina Pastasciutta

Para a sobremesa, pedimos o tradicional Tiramisú. A apresentação é irretocável, com o formato retangular do doce no prato oval, cercado por grãos de café e uma contrastante folhinha de hortelã. Lindo e apetitoso. Saboroso, também, mas Dani gostou mais porque eu não curto muito café.

Cantina Pastasciutta

Nossa conta deu um total de R$ 150 para duas pessoas, mas que poderia muito bem ter servido três pessoas (com exceção do Tiramisú). De bebida, nós pedimos apenas uma Aquarius Fresh. No final das contas, a sensação é de que foi um dinheiro bem investido numa experiência gastronômica extremamente válida.

dicas e descobertas

Peça um pãozinho para se deliciar com o restante do molho do fundo da panela. No nosso caso, fizemos diferente e pegamos algumas torradas de alho no buffet. Delícia!


Cantina Pastasciutta

Av. Borges de Medeiros, 2083 – Centro, Gramado – RS, 95670-000
(54) 3286-2131


E você? Conhece Gramado? Pretende ir para lá? Conta aí o que você acha dessa cidade, que a gente adora ouvir o que vocês têm a dizer! =D

Vai viajar? Que tal reservar seu hotel com o Booking.com? Cada vez que você reserva seu hotel através do Blog, nós recebemos uma comissão e você não gasta nada a mais por isso! Viu que maneira legal de ajudar a gente? =D

Translate »