7 Tendências de Viagens para 2017

Portugal

Começando o ano e nós estamos de olho no que está acontecendo pelo mundo. 2017 já mostra que será um ano de muita movimentação e, inclusive, de muitas mudanças. Muito se fala nas questões econômicas, nas tensões religiosas, no problema da imigração dentro da Europa. Mas, em que isso atinge as nossas vidas de viajantes? Tentamos prever algumas tendências de viagens para 2017. Confere aí!

1 Viajar com poucas malas

Com as novas regras da ANAC entrando em cena, vai ficar mais caro viajar com dezenas de malas despachadas. Então, a gente vai ter que aprender a ser mais compacto. Essa é, na verdade, uma tendência mundial e nós não teríamos como escapar dela. Para viajar barato, tem que ser mala a bordo e isso requer racionalizar o que vai dentro dessa mala. O que nos leva à próxima tendência.

novo padrão de malasA palavra de Ordem, agora, é RACIONALIZAR

2 Trazer lembranchinha já era!

A velha camiseta “Estive em Londres e Lembrei de Você” vai ficar cada vez mais rara nas famílias brasileiras. Isso por que, com meros 10kg de mala a bordo, além da limitação de tamanho da mala, trazer lembrancinhas de viagens para cada um dos nossos familiares será uma tarefa desafiadora. Dá para perceber que as encomendas dos amigos também poderão ser solenemente negadas: “só tenho 10kg, desculpa!”. Chega de trazer aquele Wii U na mala para o primo do seu amigo ou aquele perfume pro irmão da prima do seu tio. Ma, se a lembrancinha for inevitável, invista em chaveiros e imãs de geladeira. É só dizer que é a última tendência.

Minas GeraisAqueles bibelôzinhos de viagem que tanto amamos estão com os dias contados

3 Viajar Pelo Brasil

Mesmo com a previsão de um dólar mais barato para 2107, viajar para fora do país ainda está bastante caro. Apesar das promoções de passagens aéreas para diversos países, os gastos no exterior ficam mais proibitivos com um dólar rondando a casa dos R$3,20. Assim, viajar pelo Brasil pode ser uma boa saída. Aliás, saída não. Nosso país é uma maravilha de diversidade de lugares para se conhecer. A gente tem de tudo! De neve até calor escaldante. De Florestas Tropicais a Pântanos. Megalópoles e cidadezinhas. A viagem doméstica é uma tendência que deve ser aproveitada, inclusive, para melhorar os serviços de turismo pelo país. O que se mostra como tendência para nós é a viagem de contato com as belezas naturais e os destinos que despontam no nosso radar são o litoral do Nordeste e o Jalapão. Gostaríamos de ver o Pantanal mais visitado, também.

Praia do PatachoPraia do Patacho, Alagoas

4 Ir de Ônibus

Dólar caro significa passagens de avião caras. As perspectivas com as novas regras da ANAC não são boas. Há uma desconfiança de que as medidas implementadas não reflitam em vantagens financeiras para os passageiros e essa deve ser uma luta que deve perdurar um bom tempo. Assim, nossos velhos amigos, os ônibus, voltam a tomar nossas atenções. Veículos muito mais confortáveis que qualquer companhia aérea, uma franquia bastante ampla de bagagens e preços muito mais em conta (em alguns casos) fazem o transporte rodoviário voltar a ser uma opção viável para quem quer viajar sem gastar uma fortuna. A viagem de ônibus também pode ser muito útil quando se escolhe viajar no período noturno e, assim, economiza-se uma diária de hotel. De toda maneira, a gente vê esse modo de viajar crescendo no Brasil em 2017.

5 Conhecer um outro lado da América Latina

San AndresO Caribe colombiano está entrando no roteiro de muitos viajantes

Há, no entanto, aqueles que não abrem mão de uma viagem internacional anual. Com os preços ainda caros, nossa aposta é no crescimento do turismo na América Latina, sobretudo em países ainda pouco conhecidos dos brasileiros, como a Colômbia, ou zonas pouco exploradas como o Deserto do Atacama, ricas em belezas naturais. A sacada é que passagens por aqui são muito mais baratas em milhas do que passagens para os Estados Unidos ou Europa, ainda mais se você aproveitar as promoções dos programas de milhagens (que normalmente aparecem em meados de março e abril). Além disso, o custo de vida nesses países, se não são mais baratos, são similares ao do Brasil. Então, a viagem internacional torna-se muito mais econômica e permite conhecer um outro lado do nosso continente com voos curtos, falando uma língua similar, com costumes nem tão diferentes assim. A América Latina é tendência não só para 2017, mas para os próximos anos.

6 Viajar pelo Sudeste Asiático

Sudeste Asiático
Foto: Karin Hipólito

Fora da América, o que deve crescer é o turismo na Ásia, especialmente nos países como a Tailândia e Camboja. Apesar do alto preço das passagens, o custo de vida é muito inferior ao brasileiro, permitindo acesso do viajante a bens e serviços de boa qualidade a um custo razoável. Além de permitir um contato com uma cultura bastante distinta da nossa, os baixos custos permitem uma viagem mais “econômica”, sobretudo para aqueles que conseguem flexibilidade na data da partida e garantem bons descontos nas passagens.

Sudeste AsiáticoFoto: Karin Hipólito

7 Explorar Portugal

PortugalVila Nova de Gaia – Portugal (foto: Karin Hipólito)

Se você é do time que não abre mão da viagem internacional, Portugal pode ser o seu destino. Dentro da Europa, o país apresenta custos muito abaixo dos vizinhos de continente. Alie-se a isso a vantagem de falar (quase) o mesmo idioma, a facilidade de diversos voos diretos a preços razoáveis e o charme europeu intrínseco e temos aí uma grande tendência de viagem para os brasileiros em 2017. Portugal é lindo, com belas paisagens, arquitetura riquíssima, facílimo de se locomover e pequeno – numa viagem pode-se conhecer o país de Norte a Sul! É, definitivamente, uma das tendências de viagens para 2017.

PortugalCastelo de Óbidos – Portugal (foto: Karin Hipólito)

Translate »